“Comportamento demonstrado na Khurula deve prevalecer”

 “Comportamento demonstrado na Khurula deve prevalecer”

O vice-comandante geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Timóteo Bernardo, agradeceu os agentes envolvidos na operação Khurula, no sábado, em Ressano Garcia, pelo seu desempenho durante a operação Khurula.

Khurula iniciou a 13 de Dezembro de 2017 e terminou a 8 de Janeiro deste ano, tinha como objectivo permitir celeridade no atendimento público, assegurar uma constante vigilância e prontidão no combate à indisciplina, extorsão e corrupção na via pública, em particular nas fronteiras. Segundo Timóteo Bernardo este objectivo foi cumprido e surpreendeu aos turistas e viajantes por todo o país. E advertiu à corporação que este comportamento deve ser seguido sempre, mesmo com o término da Khurula.

“A missão que temos é de continuarmos a fazer aquilo que nós iniciamos no dia 13. Temos que continuar a melhorar o nosso desempenho, é de aprimorarmos a nossa interação, a nossa interação e sobretudo o nosso respeito pelo cidadão”, apelou Timóteo Bernardo.

O vice-comandante da PRM referiu que ao se adoptar este comportamento durante todo o ano, os serviços prestados pela corporação irão melhorar de forma significativa.

“Estamos certos que as nossas fronteiras irão conhecer momentos melhores do ponto de vista de desembaraço aduaneiro, do atendimento aos nossos concidadãos, e do asseguramento da proteccão dos nossos cidadãos”, concluiu o vice-comandante da PRM.

Durante a operação Khurula passaram das fronteiras nacionais mais de 174 mil viaturas. O número ultrapassa a meta prevista pelas autoridades fronteiriças. “Perto de 97 mil viaturas entraram no país através das fronteiras nacionais. E cerca de 83 mil viaturas saíram do país, isto perfaz uma movimentação de 174 mil viaturas que passaram das fronteiras nacionais durante a operação Khurula”, disse Osvaldo Correia, porta-voz da operação.

Cerca de 500 agentes foram envolvidos na operação Khurula na fronteira de Ressano Garcia, a maior do país. A operação envolveu forças conjuntas da Migração, Polícia e Alfândegas.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique