Empresários com a confiança mais baixa dos últimos 10 anos

 Empresários com a confiança mais baixa dos últimos 10 anos

Uma economia a velocidade da COVID-19. Em média, 60% de empresas enfrentaram algum obstáculo no seu funcionamento em Abril último, mais um 1% que no mês anterior.

A confiança dos homens de negócio na economia atingiu o nível mais baixo dos últimos 10 anos, com destaque para as Pequenas e Médias Empresas, indica um inquérito do Instituto Nacional de Estatística.

Essa situação foi influenciada, pelo aumento de empresas com limitações nos sectores de alojamento e restauração em mais de 6%, ao passarem de 74% para 80%, comércio e serviços em 9%, transportes (69%), construção (59%) e da produção industrial em 52%.

“O Indicador do Clima Económico continuou com a situação desfavorável que vem registando desde o mês de Março, facto que esteve em linha com as expectativas de procura, que continuou com perfil descendente pelo terceiro mês consecutivo e de emprego, apreciada negativamente pelo segundo mês seguido”, lê-se no inquérito do INE.

A expectativa de procura apresenta uma tendência decrescente pelo terceiro mês consecutivo, tendo o respectivo saldo atingido o nível mais baixo da respectiva série temporal em Abril.

“Esse agravamento da quebra deveu-se à contínua queda de perspectiva da procura no sector de alojamento e restauração pelo quinto mês consecutivo, agudizado pelo encerramento das fronteiras com África do Sul e a respectiva contração da demanda pelos turistas sul-africanos, que são responsáveis por cerca de 51% da demanda geográfica turística”, conclui o Instituto Nacional de Estatística.

 


 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique