FIFA ainda vai avaliar apoio às infraestruturas afectadas pelo Idai

 FIFA ainda vai avaliar apoio às infraestruturas afectadas pelo Idai

Véron Mosengo-Omba chegou a Moçambique no passado sábado e no mesmo dia foi visitar a Academia Mário Esteves Coluna, onde avaliou o projecto que foi financiado pelos fundos da FIFA, antes de partir para o centro do país, onde foi avaliar os estragos nas infraestruturas desportivas, provocados pelo ciclone Idai que se abateu sobre aquela zona, em Março último.

O enviado de Gianni Infantino a Moçambique diz ter ficado impressionado com o que viu na Beira e Chimoio, quando visitou os campos do Ferroviário da Beira, da Manga, o Estádio Municipal da Beira e o campo da Soalpo. Explica que os muros de vedação foram afectados e desabaram, para além dos tectos dos campos que cederam, com destaque para o Estádio Municipal da Beira, onde o tecto todo foi abaixo, para além de algumas partes do tecto do “caldeirão” também terem cedido.

Assume que ficou chocado com a situação, mas esperançoso que o mais rápido possível possam haver melhorias nas instalações desportivas em causa, tendo em conta o apoio que será dado pela Fundação FIFA, que tem por objectivo ajudar os países em necessidade.

Depois de ver os estragos causados, Véron Mosengo-Omba vai fazer um relatório ao presidente da FIFA, Gianni Infantino, relatando o que viu e como o organismo que gere o futebol mundial pode prestar seu apoio, que espera seja breve, tendo em conta a necessidade que os clubes e a população tem de utilizar os respectivos campos.

Ainda assim, o mandatário do presidente da FIFA, Véron Mosengo-Omba, diz que é cedo para dizer que tipo de apoio o país vai receber da FIFA, uma vez que há critérios que devem ser seguidos para que o apoio chegue. Vale isto dizer que os clubes visados tem uma tendo em conta que deve apresentar o relatório às instâncias superiores do organismo que gere o futebol mundial.

Aliás, Véron Mosengo-Omba diz que não é responsabilidade da FIFA cobrir todas as despesas dos estragos, mas vai entrar e ajudar no que pode, como forma de garantir que os estragos sejam minimizados. A Fundação FIFA vai comparticipar para reconstruir onde houve estragos, mas em coordenação com a Federação Moçambicana de Futebol, entidade que gere o futebol moçambicano.

Aliás, para os clubes receberem o apoio da FIFA, deverão apresentar uma cotação com os custos da reabilitação das suas infraestruturas desportivas assoladas pelo ciclone. Alberto Simango Jr., presidente da Federação Moçambicana de Futebol, que agradeceu o gesto da FIFA em prontificar a ajudar na reabilitação dos estragos causados nas infraestruturas desportivas do centro do país. Simango explica que os clubes visados devem fazer uma cotação dos estragos e enviar a FMF, que por sua vez vai enviar a FIFA, como forma de receber o apoio.

A garantia do enviado de Gianni Infantino é que o apoio vai chegar dentro em breve, mesmo para poder garantir que as provas e o futebol regressem a esses campos e alegre as populações, que precisam de algum alento.

Véron Mosengo-Omba reuniu-se esta segunda-feira com a vice-ministra da Juventude e Desportos e com a direcção da Federação Moçambicana de Futebol, antes de regressar ao seu país.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique