Pauline Akonga e Sara Ogoke para atacar “bi”

 Pauline Akonga e Sara Ogoke para atacar “bi”

Uma é congolesa e foi desviada ao Inter clube, rival do Ferroviário de Maputo nestas andanças de Africa, com o qual terminou recentemente o seu vínculo contratual. Outra é nigeriana e já foi campeã africana em 2017, em Bamako, Mali, e 2019, em Dakar, Senegal.

Elas são.. Pauline Akonga e Sara Ogoke. São os grandes reforços do Ferroviário de Maputo para atacar a 34ª edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol em seniores femininos, a realizar-se de 6 a 15 de Dezembro, no Cairo, Egipto.

Pauline Akonga é um bem conhecida dos moçambicanos, até porque já representou o Ferroviário de Maputo em 2007-2008, época em que conquistou o título ao vencer o então ISPU. Experimentadíssima, Pauline Akonga conta com passagens pelo 1º de Agosto de Angola, Olivas de Portugal, Dexia Namur da Bélgica, Arras Pays, Saint-Amand Hainaut  e Villeneuve da França.

É uma mais-valia para a posição cinco, tendo ainda a vantagem de conhecer muito bem Carlos Aik, “coach” com o qual trabalhou no passado e algumas atletas do Ferroviário de Maputo. Outra atleta valorosa com a qual as actuais campeãs nacionais contam para voltar a estar no olimpo de África é Sara Ogoke, extremo nigeriana formada na Liga Universitária dos EUA, NCAA II, onde se destacou com uma média de 19 pontos e 9 ressalto/jogo durante três anos. Ogoke já passou pelo First Bank da Nigéria e 1º de Agosto de Angola, antes mesmos de rumar para a Espanha.

Sarah Ogoke fez 23 jogos como caloira, na sua primeira partida contra a universidade de A&M de Texas, marcou 13 pontos em 14 minutos. Jogou também pela selecção da Nigéria,  Sarah ajudou a equipa de Dulles a um recorde de 34 vitórias e 5 derrotas. Na sua temporada sénior conquistou 2 campeonatos distritais, em 2007 e 2008.


 
Campeãs partem amanhã para cairo

O Ferroviário de Maputo deixa, esta quarta-feira, às 14h30, Maputo com destino ao Cairo, Egipto, onde vai defender o título africano de clubes.

Carlos Aik, que foi chamado para comandar às campeãs africanas após a saída de Leonel Manhique para o Costa do Sol, leva consigo onze atletas nacionais. Trata-se de Ingvild Mucauro, Odélia Mafanela, Onélia Mutombene, Cecília Henriques, Delma Zita, Amélia Massingue, Deolinda Gimo, Eleutéria Lhavanguane, Stefânia Chiziane, Dulce Mabjaia e Rute Muianga. Com a excepção de Stefânia Chiziane, que transitou do Ferroviário das Mahotas para equipa principal após uma curta passagem pelo Highland Community College dos EUA, e Onélia Mutombene, que volta ao clube um ano depois, todas as atletas já foram campeãs africanas.

 

 


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique