UD Songo vence Incomáti (2-1) e anima luta pelo título

 UD Songo vence Incomáti (2-1) e anima luta pelo título

A União Desportiva de Songo venceu, hoje, o Incomáti de Xinavane por 2-1, em jogo em atraso da 22ª jornada do Moçambola 2019. Com esta vitória, a corrida pelo título está mais interessante e tanto a UDS, assim como o Costa do Sol podem vencer o campeonato.   

Chuva miúda para agraciar a vila de Songo que celebrava mais um aniversário da reversão da Hidroeléctrica de Cahora Bassa para o Estado moçambicano. Talvez por isso, os donos da casa entraram com muita energia tendo eletrocutado os visitantes logo no minuto 5 por intermédio do capitão Luís Miquissone. Estava feito o golo que garantia alguma tranquilidade aos “hidroeléctricos” que vivem com a calculadora na mão na luta pela conquista do campeonato. Entretanto, os “açucareiros” – que já garantiram presença na edição 2020 do Moçambola – não se deixaram estremecer e correram atrás do prejuízo. Graças a essa vontade de reverter o cenário, os visitantes chegaram à igualdade por intermédio de Yani.

O golo dos adversários devolveu a pressão aos donos da casa que se fartaram de falhar em enumeras oportunidades. Aliás, rezam as crónicas que também o guardião Milagre - do Incomáti - fez jus ao seu nome não tendo permitido a que a sua baliza fosse violada mais uma vez. Com a igualdade (1-1) no marcador foi-se ao descanso.

Na segunda metade do jogo, os donos da casa voltaram mais agressivos ofensivamente, mas mesmo assim, a pontaria não estava devidamente afinada. A vontade de marcar era tanta que no momento decisivo os avançados da UDS ficaram atrapalhados. Quem não quis fazer parte dos jogadores perdulários é Frank Banda que no minuto 60 levantou as bancadas marcando o segundo para a UDS.  Milagre não pode fazer qualquer milagre para defender o canhão disparado por Frank Banda.

 

UD SONGO A TRÊS DO LÍDER…

Com a vitória, os bicampeões nacionais reduzem para três, a diferença pontual em relação ao Costa do Sol, líder com 63 pontos. Com mais dois jogos em atraso – um dos quais com o Costa do Sol -, a UDS tem a via aberta para lutar pela conquista do tricampeonato. Já no domingo, os “hidroeléctricos” tem uma deslocação difícil ao terreno do Ferroviário de Maputo. Trata-se de um jogo que os bicampeões são obrigados a vencer para manter acesa a esperança de continuar a lutar pelo título.

Na quarta-feira, da próxima semana, os representantes de Tete no Moçambola irão defrontar o Costa do Sol, naquele que é considerado o jogo do título. Seguramente os “canarinhos” deverão usar o factor casa ao seu favor para bater o seu único adversário luta pelo título. Eva Nga (jogador do Costa do Sol), melhor marcador da prova, agora com 23 golos, será um alvo a “anular” no esquema tático dos “hidroeléctricos” para não permitir com que esse jogador faça estragos.     

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique