1ª Edição do Standard Bank - Acácias Jazz Festival arranca em Maputo

1ª Edição do Standard Bank - Acácias Jazz Festival arranca em Maputo

É já amanhã que Oliver Mtukudzi e Judith Sephuma vão mais uma vez actuar em Maputo. O músico zimbabwiano e cantora sul-africana vão partilhar o palco com Jimmy Dludlu e Yolanda Kakana - estrelas de Jazz da África Austral, no primeiro evento clássico organizado pelo Standard Bank e o Município de Maputo em celebração do aniversário destas duas instituições.

O evento visa promover a cultura moçambicana através da música, bem como, impulsionar o turismo nacional.

Oliver Mtukudzi e os seus parceiros de palco garantem um show memorável e de muita interação com o público. Aliás é o reencontro de artistas que têm colaboração em discos já publicados.

"Juntem-se a nós, são todos convidados. Eu sugiro que venham com sapatos de dança pois não vão só sentar e assistir. Vocês vão dançar. Dinamite é tudo quanto espero do show", referiu Oliver Mtukudzi.

"Temos boas músicas que as pessoas conhecem e outras mais que vão amar. Tal como disse o Oliver, o show ser igual a um dinamite", apontou Judith Sephuma.

Por sua vez, a dona do sucesso xiluva, Yolanda Kakana disse na conferência de imprensa havida que "seleccionamos um repertório que é o resumo dos dois álbuns e espero que a partir deste show surjam futuras colaborações".

Jimmy Dludlu, a figura de cartaz deste que é o primeiro concerto organizado pelo Standard Bank e o Município de Maputo, garante que "vai ser uma grande festa, por isso apelo que todos os fãs da música africana estejam em grande no show de amanhã".

Para além dos músicos estiveram na Conferência de Imprensa, os representantes do Ministério da Cultura e Turismo (MICULTUR) e Município de Maputo, respectivamente. Arnaldo Bimbe, representante do MICULTUR apela que mais instituições apostem na promoção da cultura como forma de impulsionar o negócio e a identidade Nacional.

A equipa do O País, ficou a saber do representante do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Eldorado Dabula que a capital do país já está a candidatar-se para a Rede das cidades criativas na modalidade de música da UNESCO. "Isto significa que já atingimos um patamar que gostaríamos de estar na mesa dos grandes da música ao nível de África e do Mundo e oxalá que consigamos ser admitidos e passar a receber muito mais eventos para a nossa cidade das Acácias".

O concerto está marcado para o início da noite de hoje, por volta das 19h no Hotel Polana Serena, e já conta com cerca de 800 pessoas.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique