32ª cimeira da União Africana debate situação dos refugiados

32ª cimeira da União Africana debate situação dos refugiados

Com a presença de 40 representantes de países africanos e de organizações internacionais, arranca hoje a 32ª cimeira da União Africana em Addis Abeba, Etiópia. Um dos temas a ser discutido durante a cimeira será sobre a situação dos refugiados e deslocados.

O Presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, vai assumir a presidência rotativa em substituição ao Presidente do Ruanda, Paul Kagame.

Moçambique estará representado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi.

O encontro dos chefes de Estado e de Governo dos 55 Estados-membros da organização acontece num contexto em que a União Africana decidiu dedicar o ano de 2019 aos refugiados, retornados e deslocados internos no continente africano, escreve o Diário de Notícias..

África acolhe 6,3 milhões de refugiados e 14,5 milhões de deslocados internos. A cimeira deverá validar o consenso obtido, em Novembro, sobre a reforma institucional da organização e dar passos no sentido da concretização de projectos como a Zona de Comércio Livre, o Mercado Único de Transportes Aéreos, o protocolo sobre livre circulação de pessoas e o Passaporte Africano.

A União Africana é constituída por 55 países, incluindo Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique