34 mortes e 426 casas inundadas devido às chuvas no Centro e Norte

34 mortes e 426 casas inundadas devido às chuvas no Centro e Norte

Pelo menos 34 pessoas morreram e 3925 ficaram afectadas pelas chuvas fortes que se fazem sentir no centro e norte do país. Além de vítimas humanas, o mau tempo também deixou 426 casas inundadas e destruiu 12 salas de aulas.

A informação foi avançada, hoje, pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), que já está a prestar assistência as vítimas. Em resposta, na Cidade da Beira, foram criados três Centros de Trânsito nos bairros de Mungassa, Ndunda e Praia Nova, os quais, até ontem, 13 de Fevereiro albergavam 2.281 pessoas, correspondentes a 455 famílias. Deste número, foram identificadas 606 pessoas vulneráveis, que necessitam de especial atenção, sendo 577 crianças, 11 mulheres grávidas, 1 portador de deficiência e 6 mulheres chefes de família.

Já em Nampula, no distrito de Mossuril, foram demarcados 68 talhões em Muanona II e atribuídos a igual número de famílias,

87 talhões no distrito da Ilha de Moçambique, e reencaminhadas para Mossuril 98 pessoas.

Para os próximos quatro dias prevê-se a continuação de chuvas para as províncias de Manica, Sofala, Zambézia e Nampula entre 30 a 50 milímetros.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique