687 mil pessoas atravessaram fronteiras nacionais durante a quadra festiva

687 mil pessoas atravessaram fronteiras nacionais durante a quadra festiva

Lançada a 13 de Dezembro de 2018, a Operação Bwerana tinha como objectivo assegurar que as entradas e saídas de pessoas e bens nas fronteiras nacionais, durante a quadra festiva, fossem feitas com tranquilidade. O objectivo foi alcançado, de acordo com o Comandante-Geral da Polícia, que ontem dirigiu a cerimónia de encerramento.

E porque durante a operação quatro agentes da Polícia perderam a vida, Bernardino Rafael pediu a observância de um minuto de silêncio.

Apesar dessas perdas, a operação Bwerana é descrita como tendo sido um sucesso. Aliás, a Polícia diz que conseguiu fazer o seu trabalho num ano em que se atingiu um nível histórico de travessias nas fronteiras de Ponta D´Ouro, Ressano Garcia e Machipanda.

Para a fronteira da Ponta D´Ouro, cujo acesso ficou facilitado pela abertura da Ponte Maputo-KaTembe e da respectiva estrada, a Polícia vai desenhar uma nova estratégia.

Ainda na quadra festiva, registou-se uma redução dos casos criminais, mas os afogamentos e as violações sexuais de menores continuam a preocupar as autoridades.

O pico de entradas em Moçambique verificou-se nos dias 22, 23 e 24 de Dezembro de 2018 e nos dias 2, 5, e 6 de Janeiro de 2019 foi o pico de saídas do país.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique