Abram alas…showtime

Abram alas…showtime

Duas das equipas com mais créditos para a conquista da Engen Maputo Basket têm encontro marcado, esta sexta-feira, no mesmo palco onde ano passado proporcionaram jogos impróprios para cardíacos, sobretudo, no “play-off” da final: pavilhão do Desportivo.

Com o objectivo de consolidar a liderança na prova e dar mais um passo rumo à revalidação do título, o Ferroviário de Maputo parte para o jogo de sexta-feira frente ao seu concorrente directo com um único objectivo: vencer.

Carlos “Bitcho” Niquice, treinador do Ferroviário de Maputo, conta para esta partida com um naipe de jogadoras que ano passado levou as “locomotivas” ao segundo lugar na fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol, em Luanda, Angola.

Tais são os casos de Inguivild “Inga” Mucauro, Anabela Adriano Cossa, Odélia “Mafa” Mafanela, Elizabeth “Bety” Perreira, Ana Suzana Jaime, Dulce Mabjaia e Rute Muianga.

À estas, junta-se Deolinda Mulói Gimo, jogadora contratada este ano depois das excelentes exibições na Taça dos Clubes Campeões Africanos, prova que disputou na qualidade de reforço das campeãs nacionais.

Delma Zita, base armadora que transitou da extinta equipa do Ferroviário “B” para equipa principal, e as “teenagers” Hulda Joaquim e Ianara, campeões na categoria de juniores, são as outras opções de “Bitcho”. Uma parada de estrelas que pretende (de)mostrar a sua musculatura e valor na quadra.

Rute Muianga, defensora por excelência e polivalente, Anabela Cossa e Odélia Mafanela, campeãs africanas, irão, certamente, colocar em prática a sua experiência para desequilibrar.

Ao nível do tiro exterior, as atiradoras Elizabeth Perreira, Ana Suzana Jaime e Anabela Cossa poderão são armas para “Bitcho”.

Mesmo com este leque de jogadoras de bom nível, Carlos “Bitcho” Niquice diz respeitar as “canarinhas”.

Niquice espera, por isso, que as suas jogadoras tenham calma e concentração no jogo com  Costa do Sol.

“Canarinhas na sua máxima força”

Depois de um jogo intenso e equilibradíssimo diante do Ferroviário das Mahotas, decidido apenas no prolongamento, o Costa do Sol terá um teste de fogo na Engen Maputo Basket. Relegado, nos últimos anos, para o segundo plano pelas “locomotivas”, as “canarinhas” querem finalmente assumir o seu protagonismo e abrir uma nova página no panorama do basquetebol feminino.

Para o efeito, conta com a atiradora Iliana Ventura, jogadora que quando está inspiradíssima lanças bombas que colocam em cheque os adversários.

Ao nível das tabelas, o Costa do Sol conta com Regina Maoche, Ilda Chambe e Onília Mulhui, jogadoras que certamente irão dar luta no “confronto” com Deolinda Gimo,

Mas há também novos valores que pretendem se impor e mostrar o seu potencial: Aquila Mucubaquire, MVP ano passado, Shelsea Rafael, medalha de bronze pela selecção sub-18, Karina Manuel, que ascendeu aos seniores.

A treinadora do Costa do Sol, Deolinda Ngulela, diz que a meta passa por anular as intenções das comandadas de Carlos Alberto Niquice.

“O objectivo parte pela conquista de mais uma vitória, facto que assumo que não vai ser fácil, mas a minha equipa vai entrar com todas as armas na quadra do pavilhão do Desportivo”, referiu a treinadora.

Ngulela acrescentou que as duas vitórias conquistadas em igual número de jogos é mais um motivo para a sua formação acreditar num bom resultado diante das vice-campeãs africanas de clubes.

Lembre-se que o Costa do Sol venceu na segunda jornada da Engen Maputo Basket o Ferroviário das Mahotas, por 68-67, numa partida bastante disputada.

O jogo entre o Costa do Sol e Ferroviário de Maputo será transmitido em directo, às dezoito horas e quinze minutos, pela STV Notícias.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique