África do Sul “fecha-se” do mundo para evitar propagação do Coronavírus

África do Sul “fecha-se” do mundo para evitar propagação do Coronavírus

O presidente Sul-africano Cyril Ramaphosa anunciou esta terça-feira que um bloqueio em todo o país entrará em vigor a partir desta quinta-feira.

O bloqueio de 21 dias é a mais recente intervenção do governo sul-africano para tentar controlar a propagação do coronavírus que já conta com pouco mais de 400 infectados.

Ramaphosa disse que o bloqueio era obrigatório e precisava ser implementado para garantir que a propagação do vírus Covid-19 fosse reduzida e a curva achatada.

Apenas os bancos, supermercados, postos de gasolina, farmácias, laboratórios, além de hospitais é que devem estar abertos para prestar serviços essenciais.

Os soldados sul-africanos serão mobilizados nas ruas para apoiar a Polícia, e os viajantes internacionais que chegaram à África do Sul após 9 de Março de países de "alto risco" serão confinados em seus hotéis até que completem um período de quarentena de 14 dias.

O bloqueio anunciado ontem pelo presidente Sul-africano segue os regulamentos do governo que limitavam as reuniões públicas a 100 pessoas, limitavam as viagens de países de alto risco e limitavam a venda de álcool.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique