África do Sul regista duas primeiras vítimas mortais de COVID-19

África do Sul regista duas primeiras vítimas mortais de COVID-19

África do Sul registou hoje as primeiras duas vítimas mortais do COVID-19 que já infectou mais de mil pessoas naquele país vizinho. Cerca de três mil soldados foram mobilizados em todo país para reforçar as medidas de isolamento por 21 dias.

África do Sul acordou esta sexta-feira com más notícias. Pela primeira vez, duas pessoas morreram naquele país vítimas do novo coronavírus. Trata-se de duas mulheres de 28 e 48 anos de idade que estavam internadas em dois hospitais do Cabo Ocidental.

Além das primeiras vítimas mortais registadas, as autoridades também informaram que o número de casos confirmados subiu de cerca de 900 para mais de mil infectados, um dia depois da África do Sul entrar em estado de confinamento por 21 dias.

O governo sul-africano mobilizou cerca de três mil soldados em todas nove províncias da África do Sul para impedir que cidadãos saiam das suas casas por motivos desnecessários.

As forças de defesa sul-africanas foram mobilizadas para estar nas ruas desde o dia 26 de Março e ficarão até o dia 26 de Junho. Esta mobilização vai custar ao Estado sul-africano cerca de 640 milhões de rands.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique