Agentes económicos forjam férias para fugir da INAE

Agentes económicos forjam férias para fugir da INAE

A delegação da Inspecção Nacional das Actividades Económicas (INAE) que escalou a província de Inhambane, tinha como objectivo, inspeccionar o cumprimento das regras exigidas para o funcionamento de quaisquer estabelecimentos comerciais e ou turísticos. Contudo, durante o exercício da actividade inspectiva, houve falta de colaboração por parte dos operadores, que forjaram férias conjuntas, por temer a presença de fiscais em seus estabelecimentos.

Ainda sobre a suspensão das actividades do maior estabelecimento comercial da cidade de Inhambane, na passada terça-feira, a INAE garantiu estarem reunidas as condições para sua reabertura.

Cerca de 96 estabelecimentos entre comerciais, turísticos e de diversão nocturna, que na maioria são clandestinos foram fiscalizados em Inhambane.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique