“Agronegócio e agricultura são sectores chave para o desenvolvimento económico”

“Agronegócio e agricultura são sectores chave para o desenvolvimento económico”

O primeiro painel da Conferência Anual do Sector Privado, falou sobre a indústria agro-alimentar-a alavanca para o agronegócio.

Hugo Gomes, administrador da Cervejas de Moçambique, disse que o agronegócio e a agricultura são os sectores chave para o desenvolvimento da economia e do sector empresarial moçambicano.

“A agricultura é responsável por 23 a 25 por cento do PIB do nosso país, ela absorve cerca de 72 por cento da mão-de-obra activa e cerca de 16 por cento de exportação”, informou Gomes.

Gomes disse que o consumo per capita da cerveja em Moçambique é bastante reduzido se comparado com a realidade da região.

“Temos um elevado consumo de bebida de fermentação caseira, bebidas espirituosas de alto teor alcoólico”, disse

O administrador falou do lançamento da cerveja feita à base de mandioca como um dos ganhos que a CDM teve, pois o objectivo era encontrar uma matéria prima que não fosse abundante e não pusesse em causa a segurança alimentar.

“Em 2011 lançamos a primeira cerveja no mundo feita a base de mandioca, o objectivo era encontrar uma cerveja manufaturada a partir da matéria prima local e nos orgulhamos por ser a segunda maior marca de cerveja em Moçambique”

Por outro lado, Américo Marques da Higest Moçambique centrou sua apresentação na produção e consumo do frango em Moçambique, Marques começou por dizer que a maioria do frango consumido em Moçambique é produzido localmente.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique