Aldino Muianga lança Asas quebradas e participa na Bienal do Ceará no Brasil

Aldino Muianga lança Asas quebradas e participa na Bienal do Ceará no Brasil

De Pretória para Ceará. Este é o trajecto de Aldino Muianga nos próximos dias. Da capital sul-africana, o escritor segue viagem para, no Brasil, participar na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, evento a realizar-se de 16 a 25 deste mês, com o lema "As cidades e os livros".

Na bienal que harmoniza educação, cultura, conhecimento, economia e cidadania, segundo a organização, com a pretensão de contribuir para a reinvenção da vida por meio da palavra em suas múltiplas possibilidades, o escritor moçambicano vai lançar a versão brasileira de Asas quebradas, sob a chancela da editora Kapulana. Além de apresentar ao público brasileiro o romance já lançado em Moçambique pela Cavalo do Mar, Aldino Muianga estará no “Encontro de oralidade e escrita”, às 18h do dia 21 e 24, para falar de “A cidade africana e suas estórias”, sessão que, no primeiro dia, terá moderação de Andrea Muraro, e, no segundo, de Sueli Saraiva.

No dia 25, Muianga participará na “Oralidade, ancestralidade e mestres da cultura”, entre 13h30 e 16h, numa sessão subordinada ao tema “O corpo é um texto, a vida alegria (O corpo, arte, alegria e memórias)” e que terá moderação de Dane de Jade.

De acordo com Aldino Muianga, esta sua viagem à XIII Bienal Internacional do Ceará representa uma excelente oportunidade para a divulgação da sua obra e para interacção com outros escritores pertencentes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): “A minha participação naquele evento contribuirá, estou certo, para o alargamento do conhecimento sobre a Literatura que se produz em Moçambique em particular e seus autores”.

Aldino Muianga afirma que é uma grande honra ter sido seleccionado pela editora  Kapulana para a representar na Bienal deste ano no seio de um painel de escritores de prestígio internacional e com vasta experiência em literatura. “Desconheço quais foram os critérios, mas a minha alegria é manifesta”, proferiu o autor que deverá permanecer em Fortaleza, a capital do Estado de Ceará, por sete dias.

Muianga é autor da editora Kapulana do Brasil desde a publicação de O domador de burros e outros contos, em 2015. Um ano depois, publicou pela mesma editora A noiva de Kebera. Agora sai em livro com Asas quebradas, sempre na colecção Vozes da África, na qual integram títulos de tantos outros autores moçambicanos e angolanos, como Luís Bernardo Honwana, Luís Carlos Patraquim, Ungulani Ba Ka Khosa, Suleiman Cassamo, Lucílio Manjate, Lica Sebastião, Clemente Bata, Sónia Sultuane, Adelino Timóteo, João Paulo Borges Coelho, José Luandino Vieira, Ana Paula Tavares e Pepetela.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique