Ambulantes ignoram riscos e invadem avenida Joaquim Chissano

Ambulantes ignoram riscos e invadem avenida Joaquim Chissano

Vendedores ambulantes ignoram os perigos e invadem a avenida Joaquim Chissano para vender os seus produtos, na cidade de Maputo. A situação acontece numa altura em que a edilidade está a fazer uma campanha para retirar os vendedores informais dos passeios.

A estrada, ao longo da Avenida Joaquim Chissano, na capital do país é o ponto de venda desses comerciantes informais. Os semáforos são os seus maiores aliados, quando acendem o vermelho. De viatura a viatura, os vendedores tentam convencer os condutores a comprar os produtos, sobretudo acessórios de veículos e alimentos. Porque querem ganhar a vida, estes jovens ignoram os perigos que podem colocar em risco as suas vidas.

Mas os vendedores ambulantes não são os únicos que ganham a vida na avenida Joaquim Chissano. Quando o semáforo fecha para os automobilistas, os limpadores de para-brisas invadem a estrada para vender os seus serviços. Uma actividade que nem sempre termina com ganhos.

Se para alguns condutores a permanência destes vendedores na estrada facilita a vida, para outros a actividade é vista como muito arriscada.

Na altura em que o “O País” gravava a reportagem, não viu arredores se quer um polícia municipal ou agentes cívicos a fazer trabalho de fiscalização ou sensibilização.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique