Amisse Cololo satisfeito com solução encontrada pela CNE

Amisse Cololo satisfeito com solução encontrada pela CNE

O candidato da Frelimo, Amisse Cololo, reuniu-se esta quarta-feira com observadores internacionais indicados pela Embaixada dos Estados Unidos em Maputo.

A delegação, chefiada por Chris Frefeld, discutiu com o candidato da Frelimo todos os aspectos ligados ao processo eleitoral que visa eleger o presidente do conselho municipal da cidade de Nampula.

Na conversa, a equipa de observadores procurou saber de Amisse Cololo se estava satisfeito com a solução encontrada pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) em relação a problemas com cadernos eleitorais denunciado pela Renamo. O candidato do partido “dos camaradas” respondeu que estava satisfeito e confortável com o desfecho do problema. E disse que também estava preocupado com o problema, justificando que ele próprio corria o risco de perder a eleição se um número considerável de munícipes ficasse impedido de votar devido ao desaparecimento cadernos eleitorais. Cololo dá voto de confiança aos órgãos de administração eleitoral, pois sabe que “só não erra quem não trabalha”.

Os observadores também procuraram saber a expectativa do candidato em relação à participação dos eleitores no dia da votação. Amisse Colo respondeu que as perspectivas são boas, porque o “feedback” que tem estado a receber dos potenciais eleitores é que os mesmos percebem que a decisão de quem deve dirigir o município está nas suas mãos. “Noto um certo entusiasmo por parte dos eleitores de contribuir para melhorar as suas condições de vida, através de participação nos processos eleitorais”. O candidato da Frelimo disse ainda que espera vencer o escrutínio, acrescentando que a convicção resulta do trabalho que está a fazer junto do eleitorado.

“Pela forma como os munícipes têm estado a reagir à minha mensagem, tudo leva a crer que vou sair vitorioso na eleição de 24 de Janeiro”.

Aos observadores internacionais, Cololo falou ainda das principais linhas de força do seu manifesto eleitoral, que assenta sobre os seguintes aspectos: eficiente e regular recolha de lixo por toda cidade, com destaque para os mercados; reabilitação dos principais mercados, incluindo a construção de sanitários; reabilitação de algumas estradas vitais; organizar os motociclistas que transportam passageiros; disponibilizar um fundo para apoiar os pequenos vendedores; promover torneios desportivos entre os bairros e realizar campanhas de educação para saúde de modo a combater a malária, as diarreias e a desnutrição crónica na cidade.

O candidato reuniu-se ainda com professores e outros funcionários ligados ao sector de educação de todos os subsistemas de ensino. Cololo pediu que votassem nele pelas razões acima citadas e exigiu que os professores devem contribuir para a melhoria de vida nesta urbe através da sua participação nos actos eleitorais.

Sobre as razões que o levaram a candidatar-se, Cololo fez notar que a cidade está a enfrentar muitas dificuldades, incluindo a recolha de lixo, que nos últimos quatro anos já havia sido ultrapassado. “Senti-me na obrigação de dar o meu contributo candidatando-me para que a cidade possa voltar ao seu esplendor. Para que isso aconteça, é necessário ter o apoio dos professores”, disse, ele também que é docente universitário. Ainda ontem, o candidato da Frelimo reuniu-se com os desportistas e prometeu dar o melhor de si para que a cidade volte a contribuir com a formação de jogadores que possam alinhar nos principais clubes nacionais. Cololo quer ainda ver os bairros a disputarem diversos torneios recreativos em várias modalidades. “Sou o único candidato que tem no seu manifesto a promoção do desporto, por isso acredito que os desportistas vão votar em mim”.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique