ARA-Sul apela ao uso racional da água

ARA-Sul apela ao uso racional da água

A situação da água na bacia internacional do Umbelúzi, em Maputo, ainda não é a desejada, devido à chuva escassa. Por isso, actualmente, o fornecimento de água para o abastecimento da região do Grande Maputo é de 80% das necessidades, sendo que este nível de satisfação, de acordo com a Administração Regional de Águas – Sul (ARA-Sul) manter-se-á até final de Dezembro. O regime vigora desde Abril, sendo que de Janeiro a Março, a satisfação foi de apenas de 60%.

A fim de minimizar os eventuais prejuízos que possam advir da fraca precipitação na província de Maputo, a ARA-Sul apela ao uso racional da água, prometendo continuar a monitorar a evolução da situação hidrológica do rio Umbeluzi, sem descartar a possibilidade de tomar novas medidas de gestão que ajustem o fornecimento da água a real disponibilidade.

Nos últimos três anos, a região Sul do país foi fustigada por uma seca severa devido à ocorrência do fenómeno El Niño, situação que igualmente afectou a bacia internacional do Umbelúzi, onde se localiza a Barragem dos Pequenos Libombos. A situação de chuva abaixo do normal prolongou-se para a época chuvosa 2016/2017, constituindo o terceiro ano consecutivo com pouca precipitação, o que provocou contínua redução dos níveis de armazenamento na barragem.

Desde o início do ciclo de baixas precipitações, foram sendo tomadas medidas de gestão para conservação de água, que incluíram a interrupção da geração de energia hidroelétrica, redução de fornecimento de água para o consumo humano, e interrupção da irrigação.

Apesar das medidas de gestão terem possibilitado a ligeira recuperação do

Armazenamento para os actuais 18.68%, comparativamente ao final de Dezembro de 2016, em que a disponibilidade era de apenas 13%, a água disponível na barragem continua insuficiente para o abastecimento de água regular e sem restrições.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique