“As Visitas do Dr. Valdez” ganha vida teatral no Avenida

“As Visitas do Dr. Valdez” ganha vida teatral no Avenida

A obra “As visitas do Dr. Valdez”, de João Paulo Borges Coelho, será adapatada para o teatro. O responsável do feito é Venâncio Calisto, estudante finalista do curso de Licenciatura em Teatro, ramo de Encenação e Dramaturgia pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane (ECA-UEM), quem será acompanhado pelos actores Eunice Mandlate, Samuel Nhamatate e Sufaida Moyane, no dia 19, às 18:30h, no Teatro Avenida, em Maputo. Na verdade, o espectáculo teatral é o exame público para a disciplina de Encenação.

Na versão teatral, “As Visitas do Dr. Valdez” é uma peça que discorre sobre a estória de duas irmãs, Sá Amélia e Sá Caetana, que depois de terem tido uma infância traumática e uma vida adulta angustiante, já idosas e ambas viúvas, decidem se refugiar na cidade da Beira como forma de fugir da guerra que invadira a sua terra natal, Mucojo, província de Cabo Delgado. Estamos nos anos 1960/70 e a guerra é contra a dominação colonial. Tal como sucede no original.

Na Beira, as duas velhas senhoras vivem com o Vicente, um jovem criado que trouxeram da terra. Estas três personagens, exiladas na impossibilidade de nada poder fazer contra o passado, para sobreviver ao derrubamento do velho mundo (colonialismo) e nascimento do novo (independência) vestem-se de máscaras de ilusão e jogam, como o fazem os actores, para consertar as suas vidas desavindas. É nesse jogo que se evoca o Dr. Valdez, um médico falecido há décadas, mas agora vivo dentro do corpo de Vicente, que de combinação com a Patroa Grande, Sá Caetana, representa para a sua patroinha, Sá Amélia, e esta para não estragar o jogo, como boa espectadora, finge acreditar na encenação, aproveitando-se da mesma para cobrar à irmã dívidas antigas.

São as visitas do Dr. Valdez o pretexto para tudo o resto, para a descoberta da condição destas personagens encurraladas por um passado medonho e desafiadas por um futuro incerto.

Esta produção conta com o apoio do Teatro Avenida, da professora e figurinista Sara Machado e do designer Adelium Castelo.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique