Autor

  • Raúl Massingue

    Raúl Massingue

    Jornalista

  • Opinião

    As lições da sua morte...

    Corremos...a luta era contra o relógio do mal. E como acelera...conheci a cidade onde moro há mais de oito anos como nunca...mas o destino era previsível. Qualquer ideia era válida, sentíamos que o mal ganhava espaço e apadrinhava a misteriosa.

    04 de Junho 21h10
  • Opinião

    Uma ovelha apaixonada no meio de lobos...

    Sala de julgamento...agentes fortemente armados em cada canto do compartimento...o calor era dos infernos...vi suor gotejando/deslizando pelos contornos da cabeça de um dos réus, feito em uma cascata...

    26 de Abril 00h33
  • Opinião

    E... a culpa morreu solteira!

    O calor era de fazer escorrer rios de suor... o chapa estava abarrotado. Alguns em pé outros sentados e eu algures suspenso... os corpos mesclavam-se... dançava-se a dança do zigue-zague... zigue-zague dos burracos e do engarrafamento.

    18 de Abril 19h26
  • Opinião

    Amor: um doce veneno?

    Que arde... é... bem que arde! Já o disse e bem o conceituado escritor português Luís Vaz de Camões. Tanto que arde que pode queimar e até matar... Matar? Sim, matar! Mas será um doce veneno? Eis a história...

    08 de Abril 18h27
  • Opinião

    Abutres da minha terra (*)

    Ser honesto é um perigo entre nós. Então salve-se quem quiser/puder. Isto está infestado! "Que pena...". Disseste – a nós filhos – repetidas vezes –, no leito do hospital – antes da misteriosa levar-te. Inconsciente já estavas há alguns dias.

    22 de Março 17h02




Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique