BAD diz que Portugal disponibiliza 400 milhões € para países lusófonos

BAD diz que  Portugal disponibiliza 400 milhões € para países lusófonos

O vice-presidente do Banco Africano de Desenvolvimento, Mateus Magala, disse que o BAD é a resposta que se requer no financiamento do sector privado em África. Magala falava no âmbito da XVI Conferência Anual do Sector Privado.

“Para o Banco Africano do Desenvolvimento a nossa prestação em Moçambique deve ser estruturada de forma a servir esses objectivos”, disse Magala acrescentando que a visão do Banco é de uma industrialização de agricultura moçambicana através do desenvolvimento de zonas especiais e económicas de agricultura.

O vice-presidente informou que o banco já disponibilizou 400 milhões de euros, no âmbito do Compacto Lusófono para o desenvolvimento dos países lusófonos. O valor vai incidir sobre 25 projectos já apresentados pelo Gabinete de Apoio empresarial da Confederação das Associações Económicas, nas áreas de educação, turismo, energia, agricultura e infra-estruturas.

“O Banco está a promover com os cinco Países Africanos da Língua Portuguesa, Guiné-equatorial e Portugal uma nova plataforma para canalizar investimentos em projectos estruturantes privados e de parceria público-privado”, disse Magala

O Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento promoveu uma iniciativa para estabelecer e promover o fórum de investimento africano, como forma de criar uma plataforma continental e mercado de investimentos e transações em África.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique