Cabeças-de-lista da Renamo e do MDM enfrentam constrangimentos em Inhambane

Cabeças-de-lista da Renamo e do MDM enfrentam constrangimentos em Inhambane

Neste dia decisivo para as autarquias, em Inhambane, houve desinformação sobre onde os cabeças-de-lista da Renamo, Vitalino Macaúze, e do MDM, Fernando Amélia Nhaca, deveriam proceder com o seu direito e dever cívico. Os dois concorrentes deveriam ir votar na Escola Industrial e Comercial Eduardo Mondlane, mas os órgãos competentes deram a orientação de que, deveriam deslocar-se ao mesmo local, onde votou o Governador e o cabeça de lista da Frelimo, ou seja, na Escola primária e Completa Terceiro Congresso.

Apesar deste incidente, os três concorrentes assim exerceram seu direito, onde mostraram-se confiantes nos resultados do seu manifesto.

Apesar do ambiente ter iniciado pacificamente, alguns eleitores mostraram-se indignados com a actuação de uma das mesas, na Escola Industrial e Comercial Eduardo Mondlane, no que diz respeito ao critério de prioridade. Mas os aborrecimentos duraram pouco, pois houve entendimento entre as partes.

Entretanto, o Governador da província Inhambane, Daniel Chapo, exortou calma dos eleitores após exercerem seu dever cívico e advertiu confiança nos órgãos competentes, até a divulgação dos resultados.

O Município da Cidade de Inhambane funcionou com 65 Mesas das Assembleias de Voto, com um total de 42.671 eleitores inscritos.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique