Cabo Delgado poderá deixar de produzir algodão a partir da próxima campanha agrícola

Cabo Delgado poderá deixar de produzir algodão a partir da próxima campanha agrícola

A província de Cabo Delgado poderá deixar de produzir algodão a partir da próxima campanha agrícola, caso não sejam tomadas medidas para reabrir a única empresa que exporta o ouro branco produzido na província.

Encerrada desde Janeiro último, a Plexus precisa de cerca de 10 milhões de dólares norte americanos para retomar as operações nas províncias de Cabo Delgado e Nampula.

A Plexus, a única empresa de algodão na província de Cabo Delgado, e uma das maiores do país, fechou as portas no dia 4 de Janeiro último, supostamente devido a crise financeira.

A situação é considerada grave, e segundo apurou “O País”, além de não ter dinheiro para operar, a empresa não paga salários aos trabalhadores há cerca de 4 meses, e tem uma dívida com os produtores de algodão, estimada em cerca de um milhão de dólares norte americanos.

Os cofres da empresa estão praticamente vazios, mas a direcção promete resolver o problema financeiro e reactivar a produção de algodão em Cabo Delgado.

Entretanto, além da empresa, o governo também promete apoio na busca de soluções para manter Cabo Delgado na lista de produtores de algodão.

Além de cerca de 200 trabalhadores entre efectivos e sazonais, a crise financeira na Plexus, que opera nas províncias de Cabo Delgado e Nampula esta a afectar cerca de 50 mil produtores de algodão.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique