CFM Beira investe USD 16 milhões na compra de equipamentos

CFM Beira investe USD 16 milhões na compra de equipamentos

A empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) vai adquirir até o final deste ano dois rebocadores de maior capacidade para facultar as manobras de navios no porto da Beira, em Sofala.

O porto da Beira regista passos importantes na sua consolidação como um dos gigantes da região. Um desses passos foi dado com a aquisição de dois rebocadores para manobras de navios naquele porto.

Os rebocadores valem 16 milhões de dólares norte americanos, de acordo com informações reveladas hoje, pelo Presidente do Conselho de Administração (PCA) dos CFM, Miguel Matabel, no workshop sobre a viabilização do porto da Beira na distribuição de combustíveis para a região da SADC.

“Vamos nos capacitar, vamos adquirir uma lancha de pilotos para agilizar tudo isto e assegurar que barcos de maior calada, de mais carga, mais combustível possam chegar até ao porto da Beira”, disse.

Por seu turno, o ministro da Indústria e Comércio, Ragendra de Sousa, disse que o workshop decorreu numa altura oportuna porque dentro de dias haverá assinatura de acordo da expansão do porto da Beira e a Cornelder, concessionária dos portos moçambicanos da Beira e de Quelimane, no centro do país.

O governante assegurou que “o país não vai perder clientes por causa dos desvios de combustível” porque, segundo ele, a percentagem do roubo é muito inferior, que não chega a um por cento.

“Não pode entrar nos cálculos do Governo, isto é coisa para combater e eliminar, simplesmente, não há outra alternativa”, sublinhou.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique