Cheias fazem mais de 100 mortos no Japão

Cheias fazem mais de 100 mortos no Japão

As chuvas torrenciais no Japão, que provocaram cheias e deslizamento de terras, fizeram já mais de uma centena de mortos e dezenas de desaparecidos, diz a SIC, que acrescenta haver milhares de pessoas desalojadas.

O Governo diz que mais de 1800 pessoas permanecem encurraladas na cidade de Kurashiki, que tem quase 500 mil habitantes e fica situada numa das zonas mais atingidas pelas chuvas.

O Euronews avança que o Japão criou um centro de emergência junto do gabinete do primeiro-ministro, que acompanha o trabalho dos operacionais no terreno, entre membros da polícia, bombeiros, exército e guarda costeira.

Este domingo, o primeiro-ministro, Shinzo Abe, disse que ainda havia muitos desaparecidos e que as equipas de resgate levavam a cabo uma corrida contra o tempo.

Por outro lado, foram lançados vários alertas para as próximas horas por causa das chuvas e dos deslizamentos de terra e mais de dois milhões de pessoas foram obrigadas a deixar as suas casas.

As equipas de busca e salvamento enfrentam condições difíceis, uma vez que o temporal dos últimos dias destruiu estradas e acessos e inundou vastas áreas nas regiões atingidas pelo mau tempo.

As chuvas começaram na semana passada depois da passagem de um tufão, que trouxe ar quente e húmido do Oceano Pacífico.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique