China quer impulsionar produção do arroz e caju no país

China quer impulsionar produção do arroz e caju no país

Moçambique tem um enorme potencial agrário, no que se refere à produção de arroz e caju. Por isso, a China está interessada em impulsionar a aposta daquelas culturas no país. Para o efeito, o vice-ministro da Agricultura e Assuntos Rurais daquele país asiático, Zhang Taolin, encontra-se no território nacional desde hoje, numa visita de trabalho a prolongar-se até domingo.

Hoje, o governo chinês celebrou com o de Moçambique, representado pela vice-ministra da Agricultura e Segurança Alimentar, Luísa Meque, alguns memorandos que vão permitir o país asiático investir na produção de sementes, vacinas e animais.

No âmbito dos mesmos documentos assinados pelos dois governantes, Zhang Taolin e Luísa Meque, 30 moçambicanos serão formados ainda este ano na China e outros 100 aqui em Moçambique.

Na Ocasião, Luísa Meque, disse que o Governo está a distribuir inseticidas aos agricultores para combaterem a lagarta do funil do milho.

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique