Cidade de Maputo registou inflação mensal de 0.67% em Janeiro de 2018

Cidade de Maputo registou inflação mensal de 0.67% em Janeiro de 2018

 

No mês de Janeiro deste ano, a cidade de Maputo registou um aumento geral de preços na ordem de 0.67 por cento. A subida no nível geral foi influenciada, de forma significativa, pelos preços dos alimentos e bebidas não alcoólicas e de educação. Estes dois sectores contribuíram no total de inflação mensal com cerca de 0.35 e 0.20 pontos percentuais (pp) positivos, respectivamente.

Segundo a nota de imprensa, Índice de Preços ao Consumidor da Cidade de Maputo, elaborado pelo Instituto Nacional de Estatísticas, ao se analisar a inflação mensal por produto, nota-se que os preços praticados no ensino secundário do 1º ciclo (da 8ª à 10ª classe) no público subiram em 44.2 por cento, sendo este o maior aumento.

O preço do coco aumentou 26.4 por cento, do ensino primário do 1º grau particular 17 por cento, das fotocópias 40 por cento, de refeições completas em restaurantes 0.5 por cento, de ovos frescos de galinha 6.6 por cento e do ensino secundário do 2º ciclo (pré-universitário) público 41.5 por cento. Estes produtos contribuíram no total da inflação mensal com cerca de 0,67pp positivos.

Os preços do tomate, os veículos automóveis ligeiros em segunda mão e o Ensino Superior particular contrariaram a tendência geral ao se assinalar uma descida nos preços, 11.4 por cento, 2.3 por cento e 4.6 por cento respectivamente.

Os dados do mês em análise, quando comparados com os de igual período de 2017, indicam que a Cidade de Maputo registou uma inflação homóloga de 6.33 por cento. As divisões de saúde e de bebidas alcoólicas e tabaco foram as que maior agravamento tiveram, com cerca de 17.80 por cento e 13.40 por cento, respectivamente.

Já a cidade da Beira registou uma inflação mensal de 0.16 por cento. A divisão de alimentação e bebidas não alcoólicas, contribuiu para o total da inflação mensal com 0.22 pp positivos. Analisando as variações mensais de preços por produto, há a destacar a subida de preços do peixe fresco 5.7 por cento, da couve 10.4 por cento, do camarão seco 6.0 por cento, da alface 20.5 por cento, da carne de cabrito 4.6 por cento, do Ensino Superior particular 4.9 por cento e da cebola 3.4 por cento. Estes contribuíram no total da inflação mensal com cerca de 0,44pp positivos.

Relativamente à igual período de 2017, a cidade da Beira registou uma inflação homóloga 0.11 por cento. As divisões de educação e de saúde destacam-se respectivamente com aumentos de 26.47 por cento, e 24.59 por cento.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique