Clube de Chibuto vence no provável adeus de Artur Semedo

Clube de Chibuto vence no provável adeus de Artur Semedo

O Clube de Chibuto recebeu e venceu, na tarde desta quarta-feira, a Liga Desportiva de Maputo, por duas bolas sem resposta, num jogo em que o resultado não sofre contestação, olhando para o pendor ofensivo da turma de Chibuto na partida.

Ainda que o primeiro jogo tenha sido discutido pelo banco técnico da Liga, uma vez que o remate de Ahmed foi tirado em cima da linha do golo, mas com a confirmação de que já havia ultrapassado a linha, os “guerreiros” de Gaza dominaram em quase toda extensão da partida, com a Liga a tentar responder em contra-ataques rápidos, sem criar muito perigo a baliza dos gazenses. Se a primeira parte terminou com o nulo, depois do primeiro golo do Chibuto, continuou a ser a equipa de Artur Semedo a procurar o golo da tranquilidade, que acabou chegando aos 62 minutos pelo novo reforço vindo da Nigéria, Sunday, que entrara cinco minutos.

No final do jogo, Artur Semedo, falando à imprensa presente na “trincheira”, deixou transparecer que aquele podia ter sido o último jogo a frente do Chibuto, com uma possível saída. O presidente da colectividade, ainda não confirmou a demissão de Semedo, tendo dito que ainda não tinha conversado com o técnico.

Entretanto, Artur Semedo é apontado para regressar à União Desportiva de Songo, onde já conquistou a Taça de Moçambique, para substituir Chiquinho Conde, que fora substituir Semedo, em finais de 2016.

Com a vitória, os “guerreiros” de Gaza sobem à segunda posição, com menos três pontos que o líder, Ferroviário de Maputo, que soma 22 pontos.

Por seu turno, o Textáfrica desperdiçou a oportunidade de se manter na segunda posição, ao ceder um empate diante da UD Songo a um golo. Djongwe marcou para “fabris” aos 20 minutos e na segunda parte Magaba ainda desperdiçou uma grande penalidade, antes da turma de Songo chegar ao empate já no final, por intermédio de Kambala, depois de uma combinação com Mário Sinamunda.

Quem também respirou de alívio foi João Chissano, que viu o “seu” Ferroviário da Beira vencer na recepção a UP de Manica por duas bolas a uma. Maninho e Fabrice marcaram pelos “locomotivas” de Chiveve, enquanto Mussa marcou o tento de honra dos “estudantes” de Manica.

Finalmente, Eurico marcou o único golo com que a ENH de Vilankulo derrotou o Desportivo de Nacala, no encerramento da 10a jornada do Moçambola 2018.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique