Com “Tondje” no micro Duas Caras lança "Duditos way"

Com “Tondje” no micro Duas Caras lança

Chama-se Hermínio Chissano, mas, nas ruas, toda a gente conhece-lhe por Duas Caras, um dos melhores rappers moçambicanos de todos os tempos. Nessa qualidade, Duas Caras prepara-se para lançar EP, numa cerimónia marcada para o próximo sábado, no Beergarden, espaço localizado no Jardim dos Madjermanes, na cidade de Maputo.

Entre 11h e 18h, Duas Caras estará com o seu novo trabalho Duditos way, obra composta por cinco músicas, as quais, em geral, trazem relatos de uma trajectória do rapper e de uma vida entregue à música. Além disso, Duas Caras aborda, no EP, questões de âmbito social, sem que isso se torne necessariamente numa apresentação de intervenção à laia de sátira. O que mais importa ao autor é reflectir sobre o seu meio, com a pretensão de fazer parte da solução. Afinal, afirmou Duas, “quando problematizamos determinada realidade, também somos chamados a apresentar possíveis soluções. Por isso preferi, nesta aparição, abordar questões que nos levem a pensar ao invés de me deixar levar apenas por uma crítica explícita. Quis algo mais subtil”.

Ora, Duditos way não se restringe apenas a rebuscar o passado do autor ou a pensar o presente. Paralelamente, neste EP, Duas Caras apresenta temas de algumas músicas com carácter exibicionista, o que revela a pretensão do autor esmerar-se na demonstração do que considera parte técnica do rap, por ser pouco explorada, mesmo ao nível dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). “Quis fazer disso uma das minhas grandes armas. Quem for a ouvir a EP vai perceber que, mais do que eu digo, preocupo-me mais com a forma como digo. É essa arte que me interessa”.

Mesmo porque as músicas que constituem a EP são reduzidas, Duas Caras não pôde aventurar-se em vários temas. Ainda assim, o rapper garante que este trabalho funciona como antecâmara do que vai ser o seu álbum, a ser lançado em 2018. Duditos way encaixa-se num plano do que Duas Caras pretende fazer nos próximos cinco anos. Nesse intervalo temporal, Kara Boss, como também é conhecido, almeja, mais do que nunca, fazer o que, por várias razões, não conseguiu no passado. O rapper diz estar muito motivado e focado para o efeito.

Olhando para o passado, agora com mais maturidade, Duas Caras acredita que, por algum motivo, Deus quis que o seu primeiro álbum a solo não saísse na altura em que se esperava, pois era suposto que já tivesse um disco lançado há muito tempo. Porque a consumação em disco de uma carreira a solo vem tarde, o título completo deste EP não poderia ser outro: “Duditos way (o homem que chegava tarde)”. Mas por quê Duditos way? Duas explica que o título da EP é inspirado num filme norte-americano: Carlito’s way, dirigido por Brian de Palma. No filme, o personagem Carlito, depois de sair da prisão, promete a si próprio e a todos abandonar a vida que lhe custou a liberdade, como tráfico de heroína. No entanto, mesmo querendo levar vida honesta nas Bahamas, os amigos do passado regressam para o meter de novo em esquemas criminosas e perigosos. É graças a um amor antigo que Carlito encontra forças para não desistir das suas escolhas.

Com efeito, esta não é a primeira vez que Duas Caras dá um título a uma obra sua inspirado em filmes de gangsters. Há algum tempo, o rapper lançou a música “Frank Lucas”, personagem interpretada por Denzel Washington, no filme American Gangster, dirigido por Ridley Scott. Questionado sobre a permanência desse tipo de temas nas suas letras, Duas Caras disse que se revê nos filmes ao estilo gangster, nos quais, por exemplo, interessa-lhe explorar ensinamentos que enaltecem um grande sentido de pertença à família construída por laços de amizade ou afinidade.

Todas as cinco músicas de Duditos way – “Vale do rei”, “Vitz Amarelo”, “Ossos do baú”, “Não há mola” e “Põe um link” – são inéditas, e algumas contam com a participação de G2 e Cassula, uma voz que o rapper garante que vai surpreender a muitos.

Duas Caras acredita que as pessoas vão gostar da EP porque está a fazer música que não só envolve amantes do rap. “Estou num nível em que me interessa elevar a fasquia da arte de rimar, e acho que esta minha abordagem vai contribuir para se mudar alguma coisa na forma de fazer RAP”.

Além desta EP e dos discos lançados com a G. Pro (Um passo em frente, Na linha da frente e Foreva), Duas Caras lançou, há alguns anos, o single Tondje Mcee (do rhonga, “tondje”, é um calão usado para dizer macumba e/ou magia. “Mcee” provém de MC).  

As músicas do Duditos way foram produzidas por Billy Ray, Ilusionista, Trigga e Chef4Souls.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique