Coronavírus: Mundo ultrapassa um milhão de casos confirmados

Coronavírus: Mundo ultrapassa um milhão de casos confirmados

O novo Coronavírus está a causar mortes, isolamento forçado de milhões de pessoas, desemprego e ameaça a economia mundial.

Segundo dados partilhados pela universidade norte-americana John Hopkins, citada pela Euronews, o número de casos confirmados do Coronavírus no planeta ultrapassou um milhão nesta quinta-feira e a COVID-19 já matou mais de 50 mil pessoas.

Porém acredita-se que os números sejam muito mais elevados por diversos motivos como ausência de testes, casos assintomáticos e suspeitas de que alguns países tentam esconder a envergadura nacional da pandemia.

Os Estados Unidos divulgaram o maior número de casos (213,144) mas ainda não chegaram ao pico o que faz prever uma maior gravidade do cenário. No país já morreram 4,513 pessoas.

Em Espanha, mais de 10 mil pessoas morreram. O governo acredita que o pior está a ficar para trás. A taxa de infeções diárias está a cair.

A França parece ter estabilizado em torno das 500 mortes, diárias, apenas nos hospitais, daí que o número de vítimas seja muito maior. O governo decidiu finalmente juntar os óbitos nos lares de idosos, o que acrescenta mais de oitocentas mortes aos 4500 totalizados. Mais ainda, o primeiro-ministro Édouard Phillipe explicou que a quarentena nacional não deverá terminar antes do dia 15 de abril.

No continente africano, o novo coronavírus infectou 6.213 pessoas em 49 países e matou 221 doentes, segundo o último balanço divulgado esta quinta-feira pelo Centro para a Prevenção e Controlo de Doenças da União Africana (CDC África).

A África do Sul, que implementou regras rígidas de confinamento, é o país com o maior número de contaminados no continente (1.380). O maior número de mortos está concentrado no Egito (52), Argélia (44) e Marrocos (39).

Os Países Africanos de Língua Portuguesa (PALOP) registam 32 casos do novo coronavírus e três mortes devido a complicações da doença. Angola mantém o número de sete casos da doença e dois óbitos.

Em Moçambique, o número de infectados subiu de oito para dez, sem nenhuma morte. Cabo Verde tem seis casos da doença e um óbito.

A Guiné-Bissau registou uma nova contaminação e tem agora nove infeções pela Covid-19, sem nenhuma morte. São Tomé e Príncipe ainda não registou nenhum caso.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique