Costa do Sol conquista 12ª Taça de Moçambique

Costa do Sol conquista 12ª Taça de Moçambique

Dez anos depois, os canarinhos voltaram a conquistar a Taça de Moçambique. A décima segunda na história do clube e mantêm o estatuto de maior números de títulos na prova. O Costa do Sol fez festa no Estádio Nacional de Zimpeto.

Indo as peripécias do embate: Noite de sábado fria no Estádio Nacional de Zimpeto e muito espectáculo estava por vir para aquecer a final da Taça de Moçambique 2017, entre o Costa do Sol e a União Desportiva de Songo.

Ao Som do apito a bola começou a rolar. Tanto os canarinhos, assim como os hidroélectricos tentavam chegar ao golo, com os olhos postos no canecão. Chiquinho Conde dava orientações aos seus pupilos. Nelson Santos também fazia o mesmo.

Kito, de longe, testou os reflexos do guarda-redes de Songo, Augusto Nguenha, que subiu para as alturas e com as mãos buscou a bola. Mbulo tentou um remate acrobático, mais uma vez Nguenha mostrou-se seguro entre os postes.

Os treinados de Chiquinho Conde responderam com um remate de Miquissone que esbarra na muralha defensiva canarinha. Foi uma primeira parte em que as equipas ficaram presas nos esquemas tácticos. A segunda parte foi quase uma cópia fiel da primeira. Nelson Santos e Chiquinho Conde em algum momento lutavam pela posse da bola, fora do campo. Os  90 minutos terminaram com o nulo.

Entrou-se para os primeiros 15 minutos do prolongamento e os avançados continuaram com a pontaria desafinada. Nos últimos 15 minutos, quando se pensava que se iria para a marcação das penalidades, Isac descobre um buraco de agulha e marca o golo da salvação. Festa no campo e nas bancadas.

Nelson Santos era o homem mais feliz e agradeceu os adeptos, mostrando que tinha muito apresso por eles.

Chiquinho Conde, cabisbaixo, recusou falar para alguns órgãos de comunicação social.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique