COVID-19: MISAU prevê contaminação massiva devido a violação do Estado de Emergência

COVID-19: MISAU prevê contaminação massiva devido a violação do Estado de Emergência

Moçambique poderá enfrentar uma calamidade, caso uma parte da população continue a ignorar as medidas de prevenção do Coronavírus.

A previsão foi avançada pelo ministro de saúde, Armindo Tiago, que está preocupado com atitudes de alguns cidadãos, que impunemente desafiam o Estado de Emergência.

“Nos saímos de uma situação esporádica, para focos de transmissão e a seguir estaremos na transmissão comunitária, e se chegarmos a esta fase, estaremos numa situação de calamidade. E é o que cada um de nós deve evitar. E só podemos evitar se cumprirmos integralmente todas as medidas que contam no decreto presidencial sobre prevenção e controlo da COVID- 19”, alertou o ministro da saúd, no final da sua visita de monitoria a Cabo Delgado, a província com mais caos da pandemia ao nível do país.

Entre as medidas de prevenção que estão a ser ignoradas por alguns cidadãos, constam a lavagem das mãos, o uso de máscaras e aglomerados, além do distanciamento social e o cumprimento de distancia mínima entre as pessoas, que são consideradas as principais vias de contaminação comunitária da pandemia.

“A luta contra a COVID-19 não é do governo, mas sim de todos nós. E se uma pessoa só falhar, falhamos todos”, ressaltou o ministro da saúde em jeito de apelo.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique