Cristãos deverão ficar em casa nesta Sexta-feira Santa

Cristãos deverão ficar em casa nesta Sexta-feira Santa

O Conselho Cristão de Moçambique exorta a todos os fiéis a passarem a Sexta-Feira Santa nas suas casas, face às recomendações de isolamento social. O Ministério do Trabalho concede tolerância de ponto, mas também adverte aos cristãos para orarem ao domicílio.

A Semana Santa constitui o momento mais simbólico do cristianismo, que vai da entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, à sua crucificação e posterior ressurreição.

Normalmente, a Sexta-feira Santa é celebrada em comunhão pelos cristãos em todo o mundo, mas este ano, tudo será diferente por conta do novo coronavírus.

Os líderes religiosos filiados ao Conselho Cristão de Moçambique convocaram a imprensa em Nampula para reforçar a mensagem difundida pelas autoridades governamentais que proíbe grandes concentrações humanas.

“Temos que estar conscientes que obedecer estas medidas é obedecer a Deus e desobedecer a elas é também desobedecer a Deus. A palavra de Deus em Isaías 26:20, diz, ‘meu povo, vão às vossas casas e tranquem as portas, escondem-se por algum tempo até que passe a ira de Deus’”, vincou Gervásio Ramos Raimundo, presidente do Conselho Cristão de Moçambique em Nampula.

Assim sendo, a celebração da Sexta-feira Santa não será em congregação nas igrejas, mas nem com isso fica abalada a fé. “A Igreja primitiva cresceu a partir de orações na família. Isto não exclui a Sexta-feira Santa”, destacou Artur Colher, membro do Conselho Cristão de Moçambique naquela província.

O Conselho Cristão de Moçambique é uma organização religiosa de carácter humanitário, fundada em 1948 e integra igrejas protestantes.
 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique