Crónica da Rua 513.2 de João Paulo Borges Coelho publicada no Brasil

Crónica da Rua 513.2 de João Paulo Borges Coelho publicada no Brasil

Ano passado, a editora Kapulana lançou a obra literária As visitas de Dr. Valdez, de João Paulo Borges Coelho. Assim, uma vez mais, o escritor moçambicano volta a ser publicado no Brasil com a mesma chancela.  

Na nova edição, Crónica da Rua 513.2 possui 316 páginas e conta com o prefácio de Nazir Ahmed Can, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisador da obra de Borges Coelho. O romance do Prémio LeYa 2009, na leitura da Kapulana, é uma história que se passa em uma rua fictícia de Maputo, onde convivem personagens mortos (antigos moradores da época em que o país era dominado por Portugal) e vivos (personagens que vivem no momento presente, pós-independência). “Apesar de ser uma obra de ficção, a narrativa de Borges Coelho se confunde não só com a realidade, mas também com a própria história de Moçambique, país que ficou mais de 400 anos sob domínio português”, e ascrecenta a editora: “Obra indispensável para quem quer conhecer mais a história moçambicana, Crónica da Rua 513.2 mescla história e ficção nesse livro que apresenta uma sociedade em busca da própria identidade”.

Na Kapulana, Crónica da Rua 513.2 integra a colecção “Vozes da África”, um projecto com a pretensao de divulgar a literatura africana de língua portuguesa e estrangeira no Brasil, através de obras de ficção em prosa e poesia, voltadas para crianças e adultos.

Crónica da Rua 513.2, publicada em Abril, é a segunda obra de Borges Coelho com a chancela da editora  Kapulana.

 

Sinopse (Kapulana) de Crónica da Rua 513.2

Em uma rua fictícia da cidade de Maputo, capital de Moçambique, a Rua 513.2, convivem personagens vivas e mortas. Os mortos – espíritos nguluvi – antigos moradores das casas no período da dominação portuguesa, interferem no dia a dia dos vivos que, agora, no período pós-independência, moram nas suas casas. Vivos e mortos discutem, decidem e realizam tarefas que definem os rumos da rua e, por extensão do país. Quando esses antigos espíritos são substituídos por outros, a dinâmica histórica começa a mudar. Nesse romance surpreendente, Crónica da Rua 513.2, o moçambicano João Paulo Borges Coelho apresenta um retrato literário e cultural das relações entre história e ficção, em uma sociedade em busca de sua própria identidade.

 

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique