Delma, Hulda e Madina na rota do Seward County Community College

Delma, Hulda e Madina na rota do Seward County Community College

As internacionais basquetebolistas moçambicanas Delma Zita, Hulda Joaquim e Madina Camara seguiram ontem para os EUA, onde irão representar o Seward County CommunIty College (Lady Saints).

Base principal da selecção nacional nas janelas de qualificação aos Jogos Olímpicos, Delma Zita procura seguir as peugadas de Deolinda Carmen Ngulela, jogadora da mesma posição que iniciou a sua aventura no estrangeiro, curiosamente, no Seward County Community College.

Zita assumiu-se, nas últimas competições, como a armadora do jogo das Samurais, depois de ter tido sucesso na selecção sub-16 na qual conquistou a medalha de bronze no Africano do Egipto. Nesssa equipa pontificavam nomes quais Madina Camara, Carla Covane, Iolanda Francisco, Verónica Salifu, Bruna Argélio, Shelsea Rafael, Cariana Mariamo, Agnes Chemane, Stela Jone e Zélia Banquim.

A sua estreia em campeonatos africanos foi em 2019, em Dakar, Senegal, tendo registado médias de 3.4 pontos, 2.8 ressaltos e 4.6 assistências.

Na sua trajectória, conta-se ainda a disputa, em 2017, pela selecção sénior feminino dos Jogos da Commonwealth, em Gold Coast, na Austrália. Agora, tem a oportunidade de evoluir nos EUA e melhorar a sua performance.

Jogadora com potencial, Hulda Joaquim foi determinante para que Moçambique se qualificasse, em 2018, para o Mundial de Basquetebol da Tailândia ao ocupar o segundo lugar no Afrobasket realizado em Maputo.

Ano passado, no Campeonato do Mundo, Hulda teve registo de 5.7 pontos, 8.0 ressaltos e 0.7 assistências por jogo.

Outra atleta que vai representar o Seward County Community College é Madina Camara, extremo de 20 anos que tem igualmente percurso nas selecções nacionais.

Madina iniciou-se no Desportivo Maputo, tendo depois seguido ao Ferroviario, colectividade na qual cresceu e evoluiu nos escalões de formação. Fez parte, em 2018, da equipa “B” do Ferroviario que foi vice-campeã nacional. É uma jogadora com muita margem de progressão, pelo que a sua transferência para o basquetebol norte-americano vai lhe abrir portas para continuar a desenvolver as suas habilidades e capacidades.

O Sweard County Comminuty College tem sido uma janela para basquetebolistas moçambicanas evoluírem nos EUA, senão vejamos.

Ao logos dos últimos anos, esta instituicao recebeu as seguintes atletas:Deolinda Ngulela,  Ana Flavia Azinheira, Ilda Chambe, Vaneza Junior, Clitan de Sousa, Silvia Veloso, Carla Covane, Vilma Covane, Tamara Seda, Manuela Fungate,  Neide Ocuane, Aquila Mucubaquire e Vanda Cuamne.  É, feitas as contas, o colégio que mais recebeu atletas/estudantes moçambicanas nos EUA.


 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique