Polícia detém supostos contrabandistas de madeira

Um líder comunitário e um cidadão de nacionalidade chinesa são indiciados de corte ilegal de madeira da primeira espécie, no distrito de Muanza, em Sofala, onde as autoridades apreenderam um camião contendo a madeira roubada rumo ao Porto da Beira.

O líder está a contas com a polícia indiciado de corte ilegal de madeira juntamente com o cidadão chines que, de acordo com os serviços florestais em Sofala mobilizou um camião para transportar a madeira cortada, de primeira classe, da espécie umbila. No total foram apreendidas 72 toros que totalizam 20 metros cúbicos.
Na ocasião foram detidos, o líder comunitário, o proprietário do camião, o cidadão chinês e seu motorista.

De seguida o Chines foi solto em circunstâncias pouco claras e o líder comunitário permaneceu sob custódia policial.

Entretanto, consta que as autoridades de justiça daquele distrito ordenaram a recaptura do cidadão chinês e do motorista que foram neutralizados no distrito de Dondo e reencaminhados para Muanza, onde aguardam julgamento.

Ainda em Sofala foram igualmente apreendidos, há cerca de duas semanas, no distrito de Chibabava, outros dois camiões contendo mais de 200 toros de madeira cortada ilegalmente naquele distrito e os supostos proprietários foram igualmente detidos.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique