Emirados Árabes Unidos anunciam investimentos para o país

Emirados Árabes Unidos anunciam investimentos para o país

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) anunciaram um vasto leque de investimentos a serem desenvolvidos em Moçambique, no âmbito da cooperação social e económica entre ambos países. Neste quadro, os EAU prometem investir em diversas áreas entre as quais a agricultura, recursos minerais e transportes e comunicações.

A informação foi avançada hoje pelo embaixador dos EAU, Asim Al Rahmah, durante a cerimónia de abertura oficial da embaixada daquele país em Moçambique, acto que marca o início de um novo impulso de cooperação económica entre os dois países. Para que os investimentos fluam, garantindo igualmente a troca comercial frutuosa e contínua, os dois países rubricaram recentemente alguns acordos.

Rubricámos acordo sobre a promoção e protecção recíproca de investimentos e o acordo que evita a dupla tributação sobre rendimentos e evasão fiscal”, sublinhou o diplomata, sem avançar montantes a serem investidos nos próximos anos, segundo escreve a AIM.

Entre os projectos arrolados pelo embaixador, consta a construção de um centro de formação na província de Inhambane, que vai proporcionar cursos profissionalizantes a pessoas necessitadas. O projecto está orçado em cerca de 2,5 milhões de dólares. Os primeiros graduados deverão estar disponíveis a partir de 2018.

Ainda no âmbito da cooperação, decorrem negociações entre os Portos de Dubai e o Governo que visam impulsionar o porto de Nacala, na província de Nampula. Há ainda conversações bilaterais para impulsionar a área agrícola em Moçambique, cujos resultados são animadores e estão na fase conclusiva. Uma delegação moçambicana está nos EAU a terminar os procedimentos para a assinatura de um acordo. “Há um outro projecto em Maputo e o assunto já foi abordado num encontro que mantive com Sua Excelência Primeira-dama, Isaura Nyusi, em que vai ser construído um centro técnico-profissional. Aguardamos pela concessão do espaço para formar jovens”, anunciou o embaixador.

Ele informou, igualmente, que as linhas aéreas dos EAU iniciarão voos directos para Moçambique na componente de transporte e logística, facto que, segundo disse, vai impulsionar o movimento comercial e de investimento para o interesse dos dois países. A fonte diz haver outros projectos de investimento que estão em estudo, mas que deseja vê-los a arrancar.

Os EAU investiram 3,3 biliões de dólares em 52 projectos. Deste valor, 1,3 bilião de dólares foi de investimento directo e possibilitou a geração de mais de 17 mil postos de trabalho. Actualmente, operam em Moçambique 33 empresas dos EAU, contra as sete nacionais que operam naquele país. A abertura da Embaixada dos EAU em Moçambique visa fortalecer e impulsionar a cooperação entre os dois países.

Assim, Al Rahmah está como embaixador dos EAU em Moçambique desde Abril de 2016. Com cerca de 8,6 milhões de habitantes distribuídos por uma área de cerca de 83.600 quilómetros quadrados, os EAU localizam-se no sudoeste asiático. O seu Produto Interno Bruto (PIB) está acima dos 402 biliões de dólares norte-americanos.
Os EAU são ainda um dos maiores produtores e exportadores de petróleo no Médio Oriente, uma área que interessa Moçambique em face da recente descoberta de recursos energéticos, particularmente gás e petróleo.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique