Empresária angolana avança para tribunal contra Presidente do país  

Empresária angolana avança para tribunal contra Presidente do país  

A empresária angolana, filha do antigo presidente daquele país, Isabel dos Santos contestou em tribunal a anulação do contrato de construção do novo porto na Barra do Dande, no valor de 1.500 milhões de dólares, noticia jornal Expresso.

Tudo começa quando a 29 de Junho deste ano, João Lourenço, actual Presidente daquele país revoga o decreto assinado a 20 de Setembro de 2017 por Eduardo dos Santos, que aprovava o projecto do porto da Barra do Dande, construção adjudicada já depois das eleições gerais de Agosto do ano transacto,

Na altura, João Lourenço justificou que tomou esta medida "por não se ter cumprido com os preceitos legais estabelecidos na Lei n.º 9/16, de 16 de junho, dos Contratos Públicos".

Daí, segundo o Expresso, que cita um antigo colaborador do ex-presidente angolano, José Eduardo dos Santos, a empresária viu-se lesada nos seus interesses, pelo que "era previsível que não ficasse de braços cruzados", disse.

Nesse sentido, é adiantado que Isabel dos Santos, cuja concessão fora-lhe atribuída na altura em que Eduardo dos Santos era chefe de Estado de Angola, instaurou uma acção cível contra João Lourenço, actual presidente do país.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique