Empresas registam crescimento mais baixo de encomendas dos últimos 20 meses

Empresas registam crescimento mais baixo de encomendas dos últimos 20 meses

Empresas moçambicanas tiveram, em Janeiro, o menor aumento de pedido de novas encomendas dos últimos 20 meses. A situação obrigou as firmas a contratarem menos mão-de-obra.

O abrandamento do crescimento de novas encomendas fez com que a produção das empresas moçambicanas aumentasse menos, conclui o mais recente inquérito denominado PMI do Standard Bank.

Face à situação, as firmas contrataram menos pessoas para trabalhar e cortaram bastante as compras de meios de produção. De acordo com o documento, apesar de as empresas terem realizado novas contratações, a taxa de criação de empregos diminuiu para um ritmo modesto e mais fraco desde Outubro.

“Os preços de venda caíram ainda mais, apesar de maiores pressões de custo”, lê-se na pesquisa feita com base em questionários enviados a gestores de compras de cerca de 400 empresas de diversos ramos que operam no país.

Em resposta, segundo indica o inquérito, “as empresas aumentaram os níveis de produção a um ritmo lento, com a taxa de expansão a diminuir a partir de Dezembro para uma taxa mais fraca que a tendência da série. Como resultado, a procura de meios de produção enfraqueceu, levando à maior queda na actividade de aquisição desde Novembro de 2016” e mesmo assim, os fornecedores conseguiram reduzir os prazos de entrega pelo oitavo mês consecutivo.

Portanto, a pesquisa refere ainda que as espetactivas das empresas moçambicanas caíram acentuadamente em Janeiro.


 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique