Encerramento da Universidade Mussa Bin Bique em Inhambane ainda inquieta estudantes

Encerramento da Universidade Mussa Bin Bique em Inhambane ainda inquieta estudantes

Número considerável dos estudantes da Universidade Mussa Bin Bique, em Inhambane, está integrado noutras universidades fora da província.

Em Dezembro do ano passado, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional mandou fechar as portas da Universidade Mussa Bin Bique, delegação de Inhambane.

A instituição funcionou por anos, com várias irregularidades, e mesmo depois de sucessivos avisos por parte das autoridades, a delegação mostrou-se incapaz de se conformar com a lei, situação que deu espaço para o encerramento da mesma.

O futuro de perto de 200 estudantes da “Mussa Bin Bique” tornou-se incerto, uma vez que viam o investimento feito por anos reduzido a zero.

O “O Pais” interpelou Carlos Guirrute, Estes devia, por exemplo, ter feito a defesa do trabalho de fim de curso no princípio deste ano, o que não foi possível. Só agora, depois de meses de negociações, poderá fazê-lo.

Guirrute e os colegas negociaram com a reitoria da “Mussa Bin Bique” em Nampula para que pudessem graduar, uma vez que já tinham concluído os cursos, faltando apenas a defesa. Um grupo de docentes da universidade irá a Inhambane, no dia 20 deste mês, para realizar a defesa dos estudantes finalistas. Porém, já não será possível apresentar as monografias elaboradas eles.

Entretanto, a mesma sorte não tiveram os estudantes que não eram finalistas. O director provincial da Ciência, Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Rodrigues Tamele, refere que boa parte dos estudantes em questão teve de sair da província para continuar com os estudos.

A delegação da “Mussa Bin Bique” em Inhambane lecionava os cursos de licenciatura em Direito, Gestão e Agronomia. Uns estudantes tiveram de se deslocar à sede da universidade em Nampula, outros tiveram de ir a outras instituições noutros pontos do país.

Rodrigues Tamele diz que a universidade tem responsabilidades com os seus antigos estudantes e garante que o órgão que tutela o ensino superior está a trabalhar para minimizar o prejuízo criado por aquele estabelecimento de ensino.

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique