Teodato Hunguane defende discussão franca sobre empregabilidade dos jovens

Teodato Hunguane defende que a questão de empregabilidade da juventude no contexto de economias em desenvolvimento deve ser discutida com bastante franqueza e honestidade.

O jurista, que falava à margem do segundo grande Fórum MOZEFO, apelou ao Governo moçambicano a reflectir sobre o assunto no contexto das fragilidades a que a nossa economia está sujeita.

Para ele, a nossa situação económica é debilitada e por isso é urgente a correcção da mesma, resgatando a confiança com os parceiros internacionais.

No mesmo prisma, o religioso Dom Dinis Sengulane explicou que a questão da empregabilidade da juventude no contexto da economia em desenvolvimento é um tema não só de Moçambique como também de África no geral. Dom Dinis afirma, que nesta fase, a espiritualidade, a esperança e engajanento no trabalho podem ser pilares fundamentais para que os jovens saiam vencedores na batalha que travam no quadro da enpregabilidade.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique