Estabelecimentos comerciais disponibilizam água e sabão para a Lavagem das mãos

Estabelecimentos comerciais disponibilizam água e sabão para a Lavagem das mãos

Estabelecimentos comerciais do tipo contentor existentes em diferentes Bairros da Cidade de Maputo disponibilizam água e sabão para a lavagem das mãos dos seus clientes e público em geral. A medida segundo apuramos visa prevenir a contaminação da COVID-19.

É notável a crescente consciencialização das pessoas no que diz respeito a adoptação de medidas de prevenção contra o Coronavírus. Há difusão de mensagens em todos meios de comunicação, sejam públicos e privados. Há cartazes colados em alguns pontos da Cidade, contendo naturalmente mensagens de prevenção da COVID-19.

E o Pessoal da saúde desdobra-se em palestras de sensibilização ao público. Em quase todos bairros da Cidade de Maputo, sobretudo nas paragens e terminais há sempre um estabelecimento comercial do tipo contentor. Com a propagação da COVID-19 pelo mundo e em Moçambique de forma particular que já conta com 8 casos confirmados, há cada vez mais pessoas a adoptarem medidas de prevenção contra o Coronavírus.

Bem localizados, visíveis e acessíveis a qualquer um nos estabelecimentos comerciais vulgo contentores um pouco por todo lado há baldes jorrando água pelas torneiras para a higienização. Uma medida acolhida por todos.

Numa das padarias visitadas pelo “O País” os clientes estão em fila, obedecem o distanciamento de um metro, à entrada há água para a lavagem das mãos e já para o interior aconselha-se a não tocar nas prateleiras e objectos.

“A ideia é bem-vinda e bastante positiva, para prevenir-se contra o Coronavírus”. Uma das coisas que temos notado nesta padaria e que agua vem já com detergente.”

A COVID-19 faz soar os alarmes em todos quadrantes, mas para Joaquim esta pandemia está a dar-lhe oportunidade para negócio, montou torneiras nos baldes e colocou a venda.

O negócio corre na esquina entre as Avenidas Acordos de Lusaka e Joaquim Chissano, um ponto que permite acessos aos bairros densamente habitados da Cidade de Maputo, o caso de Maxaquene, Urbanização, Munhuana, Malhangalene, entre outros.

“Com esta doença nós tivemos que fazer um balde montando a torneira para ajudar as pessoas. Vimos o anúncio na televisão que lavar as mãos podemos prevenir esta doença e surgiu essa ideia, fomos até aos chineses montarmos os baldes e estamos aqui a vender e esta a sair muito bem”.

Isabel Vaz proprietária deste estabelecimento, condena o facto de alguns pais sujeitarem seus filhos a exposição de contaminação com o Coronavírus quando são mandados pra a compra de produtos.

“Nós estamos a receber muitas crianças a comprar pão temos tido uma luta esta semana toda a pedir as crianças para ficarem em casa, para mandarem vir só os pais para comprar pão e é um problema que não acatam. Se não tem aulas é para ficarem em casa e não é para andarem na rua”, disse Isabel Vaz que estava visivelmente agastada com a atitude de alguns pais e encarregados de educação.

Até ao momento a prevenção é uma das melhores armas para combater o coronavírus.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique