Estado galardoa artistas nas comemorações dos 45 anos da independência nacional

Estado galardoa artistas nas comemorações dos 45 anos da independência nacional

Naguib, Adelino Branquinho, Mingas, Stewart Sukuma e Moisés da Conceição estão entre os artista distinguidos pelo Estado, hoje, na Praça dos Heróis, na cidade de Maputo.

 

Artistas nacionais foram, hoje, galardoados na cerimónia oficial alusiva aos 45 anos da Independência Nacional, dirigida pelo Chefe do Estado, Filipe Nyusi. Trata-se da cantora Elisa Jamisse (Mingas), do músico Moisés Ribeiro da Conceição e do Artista Plástico Naguib, que fazem parte de um total de 10 individualidades distinguidas em várias áreas, na Praça dos Heróis Moçambicanos, em reconhecimento do seu trabalho e contributo. 

A cantora Mingas disse, na ocasião, que esta distinção é um grande reconhecimento e estímulo e mostra  que o trabalho das artes, e dos músicos em particular, é reconhecido. “Este reconhecimento leva-nos a crer que contribuímos para as artes, para o desenvolvimento e construção da identidade moçambicana. Acho bonito e espero que o trabalho das gerações mais novas também um dia seja reconhecido, porque todos nós trabalhamos, um na sua área, para o engrandecimento e desenvolvimento do País. É bom estimular as pessoas que trabalham arduamente”.

Reagindo sobre esta condecoração, o artista plástico, Naguib, disse estar convencido que  o sector da Cultura e do Turismo está a tomar um novo rumo e que este galardão é sinal dessa mudança e reconhecimento do seu trabalho. “Este galardão é sinónimo de que estou a dar exemplo para jovens, através do meu trabalho. Nunca é tarde para fazermos ou conquistarmos coisas. Muitos tinham a apreciação de que devia ter recebido este reconhecimento há anos, mas eu acredito que nunca é tarde para conquistas desta magnitude”.

Por sua vez, músico Moisés da Conceição mostrou-se eufórico por sucessivos reconhecimentos pelo seu trabalho ao longo dos anos. “Agradeço a todos que nos últimos tempos têm estado a homenagear-me de várias formas. Estou muito feliz por este reconhecimento de hoje. Faltam-me palavras, estou grato e não tenho motivos para lamentar. Agradeço ao Presidente da República, Filipe Nyusi e à Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula”.

Esta tarde, foram também condecorados, a nível das artes, em cerimónia separada, o músico Stewart Sukuma e o actor Adelino Branquinho. “É uma satisfação enorme. São 30 anos de trabalho. Quando trabalhamos por muito tempo e somos reconhecidos é gratificante. Que os artistas não desistam porque sempre chega o dia. Quero dedicar este galardão à Manuela Soeiro por todos ensinamentos e por ter contribuído para o meu crescimento. Dedico este reconhecimento, igualmente, a todos os artistas. Depois desta conquista, continuarei sendo o mesmo Adelino, porque fui distinguido por aquilo que fui e sou”, disse Adelino Branquinho.

A Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula, afirma que este acto é revestido de muito simbolismo pela rica contribuição que os fazedores das artes prestam à Cultura Nacional, na produção, consumo local e exportação dos seus trabalhos. 

Importa referenciar que, ao todo foram galardoados, hoje, no País, 175 entidades nacionais, em várias áreas.

 

Fonte: Ministério da Cultura e Turismo.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique