Ex-presidente da Petrobras condenado por corrupção

Ex-presidente da Petrobras condenado por corrupção

Aldemir Bendine, ex-presidente da petrolífera brasileira, Petrobras, e do Banco do Brasil, foi condenado a 11 anos de prisão pelos crimes de corrupção e branqueamento de capitais.

A sentença foi dada, esta quarta-feira, pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos julgamento da Operação Lava Jato em primeira instância, que determinou que a pena imposta a Aldemir Bendine seja cumprida em regime fechado, avança o Notícias ao Minuto.

IFrameO executivo, que presidiu a Petrobras entre 2015 e 2016, foi acusado pelo Ministério Público Federal de receber cerca de três milhões de reais (740 mil euros) em subornos da empresa Odebrecht, para facilitar contratos entre a estatal petrolífera e a construção.

Antes de assumir o posto máximo da Petrobras, Aldemir Bendine foi presidente do Banco do Brasil, um cargo que ocupou entre 2009 e 2015, no qual também era suspeito de praticar atos corruptos de acordo com relatos de antigos executivos da Odebrecht.

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique