Falha projecto de transferência de embriões através da fertilização in vitro

Falha projecto  de transferência de embriões através da fertilização in vitro

A iniciativa estava orçada em dois milhões de dólares, fundos disponibilizados pelo Governo e seus parceiros. Tinha em vista impulsionar a criação de bovino ao longo das províncias localizadas na região do vale do Zambeze

 

Falhou o grande projecto de melhoramento genético de bovinos na cadeia de produção de carne e leite, cujo laboratório foi inaugurado em 2017 na província da Zambézia. A iniciativa tinha em vista impulsionar o fomento do gado bovino na região centro do país.

O ministro da Indústria e comércio Carlos Mesquita visitou a empresa Zambézia agro-pecuária mentora da iniciativa e foi informado pelo proprietário da firma Manuel Lourenço, que a crise financeira que assolou o país nos últimos anos foi a principal razão da situação depois de terem sido criadas todas as condições para o efeito.

"De facto o projecto era grande e ambicioso, mas infelizmente a crise que Moçambique atravessou não conseguimos ir para frente. Paramos no projecto fundamentalmente porque o Governo na altura seria o comprador para o fomento", disse Manuel Lourenço quando se dirigia ao ministro da indústria e comércio.

Referiu igualmente que o laboratório iniciou em 2015 e inaugurado ano mais tarde. Devido a crise, o laboratório viria fechar as portas em 2018 devido a falta de suporte financeiro para se prosseguir com a iniciativa. O projecto tinha em vista numa primeira  fase efetuar a transferência de mais de 1500 cabeças de gado bovino, através de tecnologia de fertilização in vitro, iria abranger 150 criadores localizados ao longo das províncias do vale do Zambeze mais concretamente  Sofala, Manica, Tete e Zambézia. E estava orçado em mais de dois milhões de dólares fundos de Governo e seus parceiros. 

A empresa Zambézia Agropecuária seria a implementadora da iniciativa, com a responsabilidade de transferência de embriões das 1500 unidades de bovinos bem como asseguraria a assistência técnica necessária aos 150 criadores que iriam beneficiar da iniciativa. A tecnologia de fertilização in vitro seria implementado num prazo de cinco anos 2017-2022 e impulsionaria o fomento do gado bovino na região centro.

 

 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique