Flávio Menete diz que é preciso curar as feridas das guerras para se evitar uma paz aparente

Flávio Menete diz que é preciso curar as feridas das guerras para se evitar uma paz aparente

O Bastonário da Ordem dos Advogados de Moçambique diz que é preciso analisar e curar as feridas da guerra a que o país esteve envolvido, para evitar que se viva uma paz aparente. Para evitar que as guerras sejam reacendidas devido a estas feridas, o Bastonário da Ordem dos Advogados, entende que é preciso sentar, analisar e curá-las.

Um destes meios curativos é a Justiça Transicional, que é um mecanismo pelo qual, diversos países que já superaram ou que se encontram em situações avançadas de resolução de conflitos compartilham experiência com países como Moçambique, tal como está a fazer o Canadá.

Estas informações foram obtidas nesta quarta-feira, em Maputo, à margem do seminário internacional sobre Justiça Transacional: Um olhar sobre Moçambique, organizado pelos advogados sem fronteira do Canadá, em parceria com a Ordem dos Advogados de Moçambique.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique