FMF diz que novo calendário depende da especificidade de cada país

FMF diz que novo calendário depende da especificidade de cada país

A 10 de Janeiro, em uma reunião do Comité Executivo, a Confederação Africana de Futebol deliberou que o calendário futebolístico de todos os países membros deverá passar a iniciar em Setembro de cada ano e terminar em Maio do ano seguinte, a partir de 2019.

As reacções dos órgãos que tutelam o futebol em Moçambique ainda não estão harmonizadas, com o presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Alberto Simango Jr., a considerar que é necessário olhar para a especificidade de cada país, antes da decisão final e fazer-se a validação.

“Há países, como o nosso, em que nalguns períodos do ano, não porque não queremos, mas não podemos jogar devido as altas temperaturas e mesmo pelas calamidades naturais, porque quando chove demais os campos ficam todos alagados e pode não se jogar”, disse Simango.

Por seu turno, Ananias Couana, presidente da Liga Moçambicana de Futebol, diz que é um desafio para o futebol moçambicano, mas que a medida vai beneficiar as equipas que estarão nas afrotaças. “Eu acho que todos nós desportistas já reclamávamos a nossa época futebolística e temos aqui agora um órgão que tutela o futebol africano que introduz essas alterações”, afirmou.

Enquanto não chega o ano de 2019, a CAF recomenda aos países para que em Dezembro deste ano criem uma época transitória que termina em Maio de 2019, de modo que em Setembro todos países tenham o calendário já harmonizado.

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique