Protestos na Índia: Governo decreta recolher obrigatório

O governo da Índia decretou o recolher obrigatório e cortou internet em várias cidades onde decorrem protestos contra a lei que proíbe a cidadania a refugiados muçulmanos vindos de Paquistão, Afeganistão e Bangladesh.

Continuam os protestos violentos em várias cidades indianas onde os residentes se opõem à nova lei antimuçulmana. Na quinta-feira, duas pessoas morreram durante os protestos, subindo assim para sete o número de vítimas mortais desde o início da contestação. Já esta sexta-feira, as autoridades indianas impuseram o recolher obrigatório na região norte da India e cortaram internet na região sul. A medida visa conter ondas de manifestações anti-governamentais.

O primeiro-ministro, Narendra Modi, que assumiu o poder em 2014, justificou a decisão de proibir cidadania a muçulmanos de Paquistão, Bangladesh e Afeganistão, dizendo que os três países têm levado a cabo uma campanha de perseguição contra hindus, cristãos e outros religiosos nos seus territórios. Mais de cem manifestantes já foram detidos e dezenas de policiais feridos na Índia.


 

 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique