Governo defende acção coordenada para travar actividades ilícitas no mar

Governo defende acção coordenada para travar actividades ilícitas no mar

A pesca ilegal entre outras actividades ilícitas nas águas territoriais moçambicanas são os assuntos que juntaram esta quinta-feira, em Maputo, o Governo e operadores do sector em busca de soluções contra estas práticas.

O Ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas, Agostinho Mondlane, defende acção coordenada entre o Governo e organizações da sociedade civil que actuam no sector, com vista a travar actividades ilícitas no mar.

No seu discurso de abertura, o ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas apontou os desafios do sector, num contexto de desenvolvimento virado para mar.
 
Sobre as constantes denúncias de pesca ilegal protagonizada por embarcações estrangeiras nas águas moçambicanas, Mondlane apelou a coordenação de todos.
 
Porém, a WWF, uma organização de defesa da natureza, entende que o Governo faz pouco para travar a pesca ilegal no país.
 
A terceira reunião nacional entre o Governo e as organizações da sociedade civil que actuam no mar, serviu ainda para debater os impactos da exploração de gás e petróleo no alto-mar, acção que coloca em risco várias espécies marinhas.
 


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique