Grupo Sir Motors avança com medidas de prevenção contra COVID-19

Grupo Sir Motors avança com medidas de prevenção contra COVID-19

O Grupo Sir Motors introduz medidas de prevenção contra o novo coronavírus nas unidades de comboio e autocarros que são o metro e metro-bus. O objectivo é prevenir a propagação do COVID-19 aos cerca de três mil utentes que diariamente usam aqueles meios de transporte.

Caía chuva ligeira na manhã desta quarta-feira em alguns pontos da Cidade de Maputo. O que colocava algum receio nas viagens interurbanas de alguns passageiros. Mas tal cenário não foi notório na estacão central dos CFM, na baixa da Cidade de Maputo, onde com a luz intermitente o comboio anunciava a sua chegada à aquela estacão dos caminhos-de-ferro de Moçambique.

Os passageiros desembarcam meios que atrasados, outros correndo para se albergar dos chuviscos e outros com guarda-chuvas conseguiam conter a chuva. Entretanto com pressa ou não, com chuva ou não havia na saída uma paragem obrigatória. É naquele ponto onde o pessoal devidamente treinado e equipado faz a desinfecção aos utentes.

Dércia acabara de desembarcar do metro, ela foi logo desinfectar as mãos e diz sentir-se protegida.
“A iniciativa é muito boa, pelo menos viajamos com muita segurança, pelo menos ficamos tranquilos que dentro do metro não vamos ter coronavírus. Estou suficientemente informada a cerca das medidas de prevenção e a lavagem constante das mãos com água e sabão é uma delas”.

Os comboios permaneciam nos carris, após desembarcarem os passageiros, os comboios são imediatamente desinfetados as superfícies frequentemente tocadas pelos utentes incluindo toda área interna e externa. Esta acção está em curso já há três semanas segundo fez saber o Director Geral do grupo Sir Motors Amade Camal.

“Estamos muito gratos aos nossos utentes que colaboram, 99% já perceberam que não é um interesse da metro bus, é um interesse da sociedade. Por tanto, fazemos por todos e todos devem fazer por nós também”, disse Amad Camal que monitorava nos CFM as acções de desinfecção.

Porque neste momento o mundo e o país estão em alerta máximo por conta do COVID-19 e o sector dos transportes sendo um dos mais críticos, o titular da pasta dos transportes e comunicações equaciona apoios as empresas do ramo de transporte e neste momento encoraja as medidas de prevenção contra o coronavírus.

Adulai Janfar sumarizou da seguinte forma. “Nós estamos cientes das medidas que representam sobretudo no sector de transporte dado a demanda que supera a oferta dos meios de transporte com tudo gostaríamos de apelar que todos os intervenientes cumpram estas medidas, uma vez que é uma questão de emergência”.

Oficialmente o país tem até ao momento três casos que testaram positivo e a directora nacional adjunta de saúde pública diz que é preciso continuar a apostar na prevenção.

Benigna Matsinhe disse ao “O País” que há uma observação das medidas de prevenção em vários sectores e empresas. “Orientamos que para que seja cumprida esta questão de desinfecção dos autocarros, a questão da redução do número de passageiros nos autocarros. Isto para nós é uma alegria porque confirma que o nosso esforço está a ser conjunto e não de uma única instituição”.

O Governo através dos ministérios da saúde e dos transportes e comunicações desencorajam as viagens nos meios de transporte de um número superior de 50 passageiros por viagem.


Contactos

Tef: +258 21 313517/8

Email: opais@soico.co.mz
Local: Rua Timor Leste, 108 Baixa
Maputo- Moçambique